Exame aponta que Augusto Heleno está com coronavírus

304
O general da reserva Augusto Heleno, ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), durante visita ao Superior Tribunal de Justiça (STJ). (Foto: Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)

São Paulo – O ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, disse que um exame a que foi submetido indicou infecção pelo novo coronavírus, causador da Covid-19. Ele acrescentou que aguarda contraprova para confirmar o quadro. O ministro é o mais novo caso de contaminação pela doença na cúpula do governo federal.

“Informo que o resultado do meu segundo exame, realizado no HFA, acusou positivo. Aguardo a contraprova da FioCruz. Estou sem febre e não apresento qualquer dos sintomas relacionados ao Covid-19. Estou isolado, em casa, e não atenderei telefonemas”, afirmou, em sua conta no Twitter.

Além de Heleno, membros do governo que viajaram numa comitiva presidencial para os Estados Unidos contraíram o novo coronavírus. O presidente Jair Bolsonaro disse que foi submetido duas vezes a testes para detectar o coronavírus e que ambos deram negativo.

O presidente tem sido alvo de críticas por ter participado no domingo de uma pequena manifestação em prol de seu governo em frente ao Palácio do Planalto. Vídeos do momento em que Bolsonaro se uniu aos manifestantes mostram o presidente apertando as mãos de alguns deles e se aproximando de alguns grupos para tirar fotos – o contrário das recomendações feitas pelo próprio governo federal, de evitar aglomerações ou “manter uma distância segura” de uma pessoa para outra.

Na sexta-feira passada circularam rumores de que um teste aplicado a Bolsonaro havia indicado contaminação do presidente pelo novo coronavírus.

Posteriormente, ele mesmo divulgou que fez um teste no Hospital das Forças Armadas e que o resultado havia dado negativo. Ontem, ele divulgou que um novo teste também havia apresentado o mesmo resultado.