EUA exportarão excedente de 20 milhões de doses de vacina contra a covid-19

Foto: Karolina Grabowska / Pexels

São Paulo – O presidente norte-americano, Joe Biden, oficializou o plano do país de enviar um excedente de pelo menos 20 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 autorizadas nos Estados Unidos para outros países.

Junto a esse lote, Biden também reforçou que deve enviar 60 milhões de doses da AstraZeneca, vacina que aguarda autorização da Food and Drug Administration (FDA, correspondente à Anvisa no Brasil) para serem exportadas.

“Nas próximas seis semanas, devemos enviar, ao todo, 80 milhões de doses de vacinas contra o novo coronavírus para diversos lugares do mundo. Isso representa 13% da produção de imunizantes aqui no país e cinco vezes mais que qualquer doação feita por outra nação”, afirmou Biden em anúncio à imprensa.

Mais cedo, a Casa Branca indicado que Biden faria o anúncio da exportação de 20 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 a outros países, elevando o total planejado de envio de imunizantes ao exterior para 80 milhões até o final de junho.

Os Estados Unidos estão atualmente imunizando a população com as vacinas desenvolvidas pela Pfizer-BioNTech e pela Moderna, que exigem a aplicação de duas doses para atingirem o máximo de eficácia na prevenção da covid-19, e com a Johnson & Johnson (J&J), de dose única.