EUA enfrentam risco de novo pico de covid-19 como Europa, diz Fauci

Diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas, Dr. Anthony Fauci / Foto: Casa Branca

São Paulo – O principal especialista em doenças infecciosas da Casa Branca, o doutor Anthony Fauci, alertou para o risco de um pico de casos nos Estados Unidos nas próximas semanas, como o que aconteceu na Europa, na medida em que as infecções norte-americanas estão em um platô.

“Estamos em um platô entre 60 mil e 70 mil novos casos por dia. Quando você tem essa quantidade de atividade viral em um platô, quase invariavelmente significa que você está em risco de outro pico”, como está acontecendo na Europa, disse Fauci, em coletiva de imprensa da força-tarefa contra covid-19 da Casa Branca.

Os europeus “tiveram queda de casos por seis semanas, chegaram a um platô e agora esta semana viram uma alta de casos de 9% nos Europa, algo que queremos desesperadamente evitar”, afirmou.

Segundo Fauci, isso está relacionado com variantes do vírus, uma vez que, de acordo com fundamentos básicos de virologia, os vírus não podem ter mutações se não se replicarem. “Níveis altos de propagação do vírus em uma comunidade favorece mutações e a evolução de variantes”, disse.

Assim, é preciso vacinar as pessoas, “maximizar a resposta imune contra amplos tipos de vírus”, realizando estudos sobre doses de reforço ou vacinas específicas contra variantes, e adotar medidas preventivas. Ele reiterou que todas as três vacinas aprovadas nos Estados Unidos, da Moderna, Pfizer e Johnson & Johnson, são altamente eficazes e tem efeito importante contra casos severos, hospitalizações e mortes.

Os Estados Unidos possuem 28.580.198 casos de covid-19, com 65.424 novos casos e uma queda de 5,7% na média de sete dias, atualmente em 62.555, ante os 66.306 da semana anteriores, segundo dados do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC). Já as mortes somam 517.224, com 1.947 novos óbitos e queda de 6,7% na média de sete dias, em 1,921.

“Os números atuais permanecem preocupantes. Casos e mortes ainda estão muito altos e estão em um platô por mais de uma semana, em níveis que vimos nas últimas pesquisas de verão e seguindo seis semanas de declínios”, disse diretora do CDC, Dra. Rochelle Walensky.

“É por isso que peço que dobrem os cuidados com medidas de prevenção”, disse. “Não estamos lá ainda”, acrescentou, citando que quando mandatos de mascaras são retirados, casos sobem, assim como quando restaurantes são reabertos.

“Com os atuais níveis de covid-19 nas comunidades e a contínua propagação de variantes mais transmissíveis, agora identificadas em 48 estados, seguir estritamente as medidas de prevenção permanece essencial para colocar fim a esta pandemia”, concluiu.