EUA condenam ataque com foguetes à base militar do Iraque

239

São Paulo – O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, disse estar indignado com o ataque aéreo realizado ontem contra uma base militar iraquiana que abriga forças dos Estados Unidos, e que deixou quatro feridos.

“Indignado com os relatos de outro ataque de foguete contra uma base aérea iraquiana. Oro pela rápida recuperação dos feridos e apelo ao governo do Iraque para responsabilizar os culpados por este ataque ao povo iraquiano”, disse Pompeo, ontem à noite, em uma mensagem no Twitter.

“Essas violações contínuas da soberania do Iraque por grupos não leais ao governo iraquiano devem terminar”, acrescentou o secretário, em outra publicação.

Agências internacionais de notícias reportaram que oito foguetes Katyusha foram disparados com a base militar iraquiana de Balad, a cerca de 80 quilômetros ao norte da capital Bagdá, e que quatro pessoas ficaram feridas, segundo o Exército do Iraque. Não há informações sobre vítimas norte-americanas, e o Exército não disse que eram os responsáveis pelos
ataques.

Na semana passada, Teerã disparou uma dezena de mísseis contra duas bases norte-americanas no Iraque, em resposta ao ataque aéreo realizado pelos Estados Unidos alguns dias antes em Bagdá, que matou o comandante Qassem Soleimani, líder das forças Quds – uma ala da Guarda Revolucionária do Irã.