EUA aprovam uso de emergência de medicamento de Eli Lilly contra covid-19

168
Foto: Eli Lilly

São Paulo – A Food and Drug Administration (FDA, equivalente à Anvisa no Brasil) concedeu autorização de uso de emergência para o medicamento com anticorpo da Eli Lilly para o tratamento de pacientes com sintomas de leves a moderados de covid-19.

O medicamento, denominado bamlanivimab, “está autorizado para o tratamento de covid-19 leve a moderado em adultos e pacientes pediátricos de 12 anos ou mais com teste positivo de covid-19, que apresentam alto risco de progressão para covid-19 grave e / ou hospitalização”, segundo a empresa, em comunicado publicado ontem à noite.

“Bamlanivimab deve ser administrado assim que possível após um teste covid-19 positivo e dentro de 10 dias após o início dos sintomas”, diz a nota. O uso do medicamento não está autorizado para uso em pacientes hospitalizados por covid-19, ou que exigem terapias de oxigênio.

A autorização da FDA permite a distribuição e o uso de emergência de bamlanivimab, que é administrado por meio de uma única infusão intravenosa. A Eli Lilly disse vai começar a enviar o medicamento imediatamente para distribuição.

“Esta autorização de emergência nos permite disponibilizar o bamlanivimabe como um tratamento contra covid-19 para pacientes de alto risco recentemente diagnosticados – adicionando uma ferramenta valiosa para os médicos que lutam contra o agora crescente fardo desta pandemia global”, disse o executivo-chefe da Eli Liilly, David A. Ricks.

Até agora, apenas alguns medicamentos mostraram funcionar contra a covid-19 e apenas em hospitais hospitalizados pacientes, incluindo o remdesivir da Gilead Sciences.