Estoques no atacado dos EUA sobem 1,2% em agosto ante julho

São Paulo – Os estoques no atacado dos Estados Unidos subiram 1,2% em agosto ante julho, para um total de US$ 651,2 bilhões, já descontados os fatores sazonais, informou o Departamento do Comércio norte-americano. Na comparação com agosto de 2020, os estoques tiveram alta de 12,3%. O índice mensal veio em linha com a previsão do analistas.

Em julho, os estoques subiram 0,6% ante junho. Do valor total de estoques em agosto, US$ 389,0 bilhões eram de bens duráveis (alta mensal de 1,2%) e US$ 262,1 bilhões eram de bens não duráveis (alta mensal de 1,1%).

As vendas dos atacadistas norte-americanos caíram 1,1% em agosto ante julho, a US$ 493,9 bilhões, com ajuste sazonal. Na comparação com agosto de 2020, as vendas dos atacadistas avançaram 20,6%. Em julho, as vendas cresceram 2,1% em base mensal. Das vendas totais de agosto, US$ 243,6 bilhões foram em bens duráveis (queda de 0,5% em base mensal) e US$ 250,3 bilhões em não duráveis (baixa de 1,7%).

A relação entre os estoques e as vendas, que indica o tempo de duração dos estoques considerando o ritmo atual de vendas, foi de 1,23 em agosto, menor do que 1,32 alcançado em agosto de 2020.