Estados Unidos voltam oficialmente ao acordo do clima de Paris

163
Foto: Mauro Bertolini / freeimages.com

São Paulo – Os Estados Unidos voltaram hoje a fazer parte do acordo do clima de Paris como parte do impulso que o presidente norte-americano, Joe Biden, quer dar a uma economia que cresce de maneira sustentável e mais verde.

“O trabalho para reduzir nossas emissões já começou e não perderemos tempo em envolver nossos parceiros em todo o mundo para construir nossa resiliência global”, disse o secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, no Twitter.

O ex-presidente norte-americano, Donald Trump, retirou os Estados Unidos do Acordo de Paris em novembro de 2019. Biden anunciou o retorno do país ao pacto no dia da sua posse, em 20 de janeiro. Segundo as regras, um país pode formalmente reingressar 30 dias após ter notificado a Organização das Nações Unidas (ONU) – prazo que vence hoje.

Biden e outras autoridades ao redor do mundo classificam as mudanças climáticas como a próxima grande crise que a economia global vai enfrentar depois da pandemia do novo coronavírus.

A Agência CMA conversou com especialistas sobre o assunto e matéria completa pode ser encontrada em: https://www.agenciacma.com.br/paises-correm-contra-o-relogio-para-frear-crise-climatica/