Estados Unidos esperam fechar acordo razoável com a China durante G-20, diz Ross

Por Carolina Pulice

Foto: futureatlas.com/Flickr

São Paulo – O Secretário de Comércio dos Estados Unidos, Wilbur Ross, afirmou que espera fechar um acordo “razoável” com a China que respeite as reivindicações “legítimas” dos Estados Unidos, dias antes do encontro entre o presidente norte-americano, Donald Trump, e o líder chinês, Xi Jinping.

“Estamos procurando um acordo sensível que respeite as legitimidades que temos. A ideia é que eles acabem com as práticas irregulares. Se eles não fizerem isso, o presidente deixou bem claro que vai tomar o caminho alternativo”, afirmou em entrevista ao canal Fox Business.

Ele disse ainda que espera que a China aceite retomar as negociações comerciais a partir do ponto acordado com os Estados Unidos, antes da interrupção das conversas. Trump deve se encontrar com Jinping na reunião do G-20 (grupo que reúne economias mais industrializadas e países emergentes), no Japão.

“Você nunca tem um acordo de nada se não tiver um acordo sobre tudo.

Tínhamos avançado muito antes de a China mudar de ideia. Esperamos voltar a partir daquele ponto”, afirmou.

De acordo com Ross, há três pontos cruciais para fechar o acordo com a China, e que o mais difícil é o de determinar punições sobre o não cumprimento de reformas econômicas na China.

“Como você sabe há vários componentes que temos tentando negociar: a parte fácil é resolver a questão do déficit. A segunda parte são as reformas estruturais, como propriedade intelectual, transferência de tecnologia e acesso igual ao mercado. A terceira questão é a mais difícil de todas, que é a eventual prática de punições para a falha das reformas estruturais”, disse.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com