Estados Unidos condenam decisão da Turquia de abrigar líderes do Hamas

119
O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, ao lado do presidente norte-americano, Donald Trump / Foto: Casa Branca

São Paulo – Os Estados Unidos condenam a decisão do presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, de abrigar dois líderes do Hamas em Istambul no sábado passado, disse a porta-voz do Departamento de Estado norte-americano, Morgan Ortagus.

“Os Estados Unidos rejeitam veementemente o fato de o presidente turco Erdogan receber dois líderes do Hamas em Istambul em 22 de agosto”, disse ela em comunicado. “O Hamas é designado como uma organização terrorista pelos Estados Unidos e pela União Europeia e ambos os oficiais recebidos pelo presidente Erdogan são terroristas globais especialmente designados.”

Ortagus destacou que o Programa de Recompensas pela Justiça dos Estados Unidos está buscando informações sobre uma dessas pessoas a respeito de seu suposto envolvimento em uma série de ataques terroristas e sequestros.

“O envolvimento contínuo do presidente Erdogan com esta organização terrorista serve apenas para isolar a Turquia da comunidade internacional, prejudica os interesses do povo palestino e os esforços globais para prevenir ataques terroristas lançados de Gaza”, disse Ortagus.

A porta-voz também observou que era a segunda vez que Erdogan recebia líderes do Hamas na Turquia, com o primeiro encontro ocorrendo em 1 de fevereiro.