Espanha aprova pacote de 50 bilhões de euros em apoio a empresas

Espanha Pedro Sánchez
Primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sánchez. Foto: Divulgação/ Serviço Audiovisual da União Europeia (UE).

São Paulo – O governo da Espanha aprovou um pacote de estímulos de 50 bilhões de euros para apoiar a solvência de empresas afetadas pela pandemia do novo coronavírus, de acordo com comunicado do gabinete do primeiro-ministro do país, Pedro Sánchez.

O programa consiste em 40 bilhões de euros de nova linha de garantias do Instituição de Crédito Oficial (ICO) e um fundo temporário de apoio à solvência de 10 bilhões de euros “que serão investidos em empresas estratégicas para o tecido produtivo”, diz a nota do Palácio da Moncloa.

“Este programa visa estimular o crescimento, reforçar empresas solventes em setores estratégicos cuja situação financeira pode ser vulnerável devido à covid-19 e estimular a demanda interna, as alavancas necessárias para reativar a atividade econômica e aumentar o emprego”.

O novo pacote se soma à linha de garantias de 100 bilhões de euros do ICO já aprovada para que as empresas possam enfrentar problemas de liquidez gerados pela paralisação da economia, depois da declaração de estado de emergência para conter a propagação do vírus.

Por fim, o governo espanhol destacou o compromisso de “impulsionar a transição ‘verde’ de todos os setores, digitalizar a economia e apoiar o desenvolvimento da economia social e do sistema de assistência”, de acordo com o comunicado.