Equipe econômica está disposta a discutir meta do primário de 2021, diz Waldery

207
O secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues. (Foto Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Brasília – O secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, afirmou nesta sexta-feira (30) que a equipe econômica está à disposição para discutir com o Congresso Nacional a fixação de uma meta de déficit primário para 2021 – há déficit primário quando o gasto supera a arrecadação (excluídas as despesas com o pagamento da dívida pública).

Waldery afirmou que não foi fixada uma meta de déficit primário para 2021 em abril porque o momento era de grande incerteza que havia, naquele momento, sobre o ritmo de crescimento da economia, em função da pandemia.

Ele pontuou, no entanto, que agora o cenário já ficou mais claro. “Analisamos o acórdão do TCU sobre que aponta risco de o governo descumprir a LRF se não fixar uma meta fiscal para o ano que vem. Entendemos que esse tema poderá ter uma análise mais apurada, em função de agora termos uma redução da incerteza sobre a previsão do PIB para o ano que vem. Nos colocamos à disposição do Congresso Nacional para analisar esse tema”, afirmou.