Equipe de Lira estima até 350 votos em eleições à presidência da Câmara

309
O plenário da Câmara dos Deputados. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Brasília – A equipe do candidato à presidência da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-PI), trabalha com duas estimativas para a votação que acontecerá em 1º de fevereiro, uma “otimista” entre 340 e 350 votos e outra, mais “pessimista”, entre 270 e 280 votos ao candidato no pleito, segundo informou o 1º vice-presidente da chapa do candidato à Agência CMA, Marcelo Ramos (PL-AM).

Em ambos os cenários o candidato teria os pelo menos 257 votos – num cenário em que todos os 513 parlamentares da Casa votem – necessários para ser vitorioso na disputa. A votaçãoda Mesa Diretora, segundo o regimento da Câmara, acontece em dois turnos e necessita de pelo menos 257 votos para ser efetivada e maioria absoluta (metade mais um voto) para definir o vencedor da disputa.

“As projeções elas são sempre parciais e passionais,  ninguém que é candidato acha que vai perder, mas aqui nós temos os mais otimistas, que falam em 340 até 350 votos e os mais pessimistas, como eu, que falo entre 270 e 280”, informou Ramos.

Durante o lançamento da campanha de Arthur Lira, na manhã desta quinta-feira (7), o candidato anunciou o apoio da bancada do Norte, da qual originou a vice-liderança do deputado Marcelo Ramos. O parlamentar reforçou a intenção em contribuir “na aprovação de reformas com a minha atitude tradicionalmente moderada e de diálogo e respeito às diferenças”.

Ramos foi o presidente da comissão especial da reforma da Previdência na Casa.