Empresa divulga dados preliminares de dívida e posição de caixa

280

São Paulo – A Via Varejo informou que para garantir exatidão diante de especulações sobre seu endividamento e posição de caixa, a companhia resolveu divulgar dados preliminares e sem auditoria referente a 2019.

Ao final do período, a posição de caixa era de R$ 4,368 bilhões, valor 54,56% maior que o ano anterior, sendo R$ 1,364 bilhão de caixa e equivalentes e R$ 3 bilhões de recebíveis de cartão.

A dívida bancária somava R$ 2,153 bilhões ao final de 2019, 1% menor na comparação com 2018, sendo R$ 1,5 bilhão em nota promissória com vencimento em setembro deste ano e R$ 500 milhões em debêntures com vencimento em 2021.

Os estoques da Via Varejo totalizavam R$ 4,550 bilhões ao final do ano, equivalente a 80 dias de venda, sendo que seus estoques são 100% renovados e que não possui contratos de compra de produtos para revenda atrelados à moeda estrangeira.

A conta fornecedores de produtos para revenda somava R$ 7,333 bilhões, o equivalente a 130 dias de venda, em consonância com a sazonalidade esperada para operações de varejo nessa época do ano.

Por fim, o CDCI, conhecido como crediário, possuía um saldo a receber de R$ 3,536 bilhões, enquanto os valores descontados com os bancos totalizaram R$ 3,861 bilhões.