Embraer confirma negociação com BNDES para reforço de caixa

194
Divulgação: Embraer jato E195-E2

São Paulo – A Embraer disse que analisa estruturas de financiamento junto a bancos públicos e privados como parte do processo de gestão diligente do seu endividamento e caixa, visando o reforço de sua posição de liquidez.

A manifestação acontece após notícias na imprensa afirmar quer a fabricante estaria negociando um crédito de US$ 600 milhões, o equivalente a R$ 3,3 bilhões com o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

“A Embraer, o BNDES e alguns bancos privados, no Brasil e no exterior, estão discutindo algumas propostas de financiamento, principalmente uma voltada para financiamento ao capital de giro para exportações (BNDES Pré-Embarque), provendo capital de giro, reforço de capital e possibilitando a melhoria do perfil de endividamento”.