Embraer busca mais parcerias em jatos comerciais

Divulgação: Embraer jato E195-E2

São Paulo – Após o fracasso da parceria com a Boeing no ano passado, a Embraer afirmou que está avançando na busca de parceiros para abrir mercados para os seus jatos comerciais e para o desenvolvimento de um projeto de turbo-hélice, mas sem dar mais detalhes de que em que estágio estão as conversas.

“Estamos avançando bem e em várias frente para abrir novos mercados para jatos e para apoiar o desenvolvimento do turno-hélice de nova geração, estamos indo bem, mas mais não posso falar nesse momento”, disse o presidente da Embraer, Francisco Gomes Neto, a jornalistas após apresentação dos resultados do primeiro trimestre.

A empresa também se mostrou mais otimista com os próximos trimestres, prevendo uma recuperação de margens a partir do terceiro trimestre, depois de eventos não recorrentes neste começo de ano. Além disso, prevê um crescimento de um dígito alto na aviação executiva em 2021.

Já na aviação comercial, destacou o novo pedido firme de 30 jatos E 195-E2 para um cliente não divulgado, que fará parte da carteira do segundo trimestre, com início das entregas em 2022.

Copyright 2021 – Grupo CMA