Em ação inesperada, Fed corta taxa de juros em 0,50 pp por risco do novo coronavírus

375
Prédio do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) em Washington. Foto: Divulgação/ Federal Reserve

São Paulo – Em uma ação inesperada e que não acontecia desde a crise financeira de 2008, o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) cortou a taxa de juros em 0,50 ponto percentual (pp), para a faixa de 1,00% a 1,25% ao ano em decisão unânime.

“O comitê está monitorando de perto os desenvolvimentos e suas implicações para as perspectivas econômicas e usará suas ferramentas e atuará conforme apropriado para apoiar a economia”, diz o comunicado.

Na nota, o Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) afirma que os fundamentos da economia norte-americana permanecem sólidos, mas o surto do novo coronavírus representa riscos para a atividade econômica.

“À luz desses riscos e em apoio à execução de suas metas de pleno emprego e estabilidade de preços, o Comitê Federal de Mercado Aberto decidiu hoje reduzir o intervalo da taxa básica de juros de 0,50 ponto percentual, para a faixa de 1,00% a 1,25% ao ano”, afirma o comunicado.

O mercado já vinha precificando o corte da taxa de juros em 0,50 pp, de acordo com dados compilados pelo CME Group com base nos fed funds. No entanto, uma ação era aguarda para a próxima reunião de política monetária do Fed, marcada para os próximos dias 17 e 18.