EcoRodovias e EPL vencem leilão para concessão da BR-153

São Paulo – O consórcio Eco153, formado pela EcoRodovias e EPL, arrematou o leilão para a concessão de dois trechos da rodovia BR-153, em leilão de concessão da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), realizado na B3, pelo valor máximo de outorga, de R$ 320 milhões pela outorga, com ágio de 3.169.999.999.900,00%, e o valor mínimo de tarifa de pedágio, de R$ 0,10218 por quilômetro, representando um deságio de 16,25%.

“Quando o contrato é bem feito, claro, e o mecanismo é bem elaborado, atrai interesse do investidor. Um plano de negócios de 35 anos, é resultado de operação de muitas pessoas, que apesar da pandemia, estão trabalhando, e de um plano de trabalho de anos”, disse o diretor executivo da EcoRodovias, Marco Antônio Cassou, após a batida de martelo.

As proponenentes CCR SA, representada pela corretora Mundinvest, e o consórcio Eco153, representado pela corretora Necton, apresentaram o valor de tarifa de pedágio de R$ 0,10218 por quilômetro, representando um deságio de 16,25%.

Em seguida, a CCR apresentou o valor de outorga de R$ 117 milhões, ágio de 1.169.999.999.900,00% e o Eco153, apresentou o valor de R$ 320 milhões pela outorga, com ágio de 3.169.999.999.900,00%.

O edital do certame previa a combinação dos critérios de menor tarifa e maior outorga no leilão e foi o primeiro nesse modelo. Os trechos leiloados foram da rodovia BR-153, de Tocantins a Goiás e da BR-080/414, em Goiás. Ao todo, a concessão de 850,7 km tem prazo de 35 anos, prorrogáveis por mais cinco anos, e prevê aporte de R$ 14 bilhões entre investimentos e custos operacionais ao longo do período.

A proponente vencedora ficará responsável pela infraestrutura e a prestação dos serviços públicos de recuperação, conservação, manutenção, operação, implantação de melhorias e ampliação de capacidade das rodovias, nos seguintes trechos:

– Rodovia BR-153/TO – De Aliança do Tocantins (TO) à divisa de estado com Goiás – Rodovia BR-153/GO – Da divisa do estado de GO com TO até Anápolis (GO) – Rodovia BR-414/GO – De Assunção de Goiás (GO) até Anápolis (GO); e – Rodovia BR-080/GO – Do entroncamento com a BR-414 em Assunção de Goiás/GO até o entroncamento com a BR-153

O projeto prevê nove praças de pedágio, que geram empregos nas cidades ao redor: Aliança (TO), Figueirópolis (TO), Talismã (GO), Santa Tereza de Goiás (GO), Uruaçu (GO), São Luiz do Norte (GO), Jaraguá (GO), Barro Alto (GO) e Planalmira (GO).

A Tarifa Básica de Pedágio máxima a ser considerada para a elaboração da proposta econômica escrita é de R$ 0,12200/km para trechos homogêneos de pista simples e de R$ 0,17081/km para trechos homogêneos de pista dupla, referenciadas a julho de 2019. Sobre essas tarifas, podem ser oferecidos no leilão descontos de até 16,25%.