Economia dos EUA está saudável e não exige corte de juro, diz Rosengren, do Fed

O presidente da unidade do Federal Reserve de Boston, Eric S. Rosengren. Foto: Alex Cronin/ Federal Reserve Bank of Boston

Por Cristiana Euclydes

São Paulo – A economia dos Estados Unidos está saudável e não exige cortes na taxa de juros, que podem trazer instabilidade financeira, disse o presidente da unidade do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) de Boston, Eric Rosengren.

Ele foi um dos três dissidentes na reunião desta semana, e votou pela manutenção da taxa de juros, enquanto a maioria do comitê de política monetária votou por uma redução de 0,25% ponto percentual (pp), para a faixa entre 1,75% e 2,00%.

“A posição da política monetária é acomodatícia. Não é necessário estímulo monetário adicional para uma economia em que os mercados de trabalho já estão aquecidos, e corre o risco de inflacionar ainda mais os preços de ativos de risco e incentivar famílias e empresas a usar muita alavancagem”, disse Rosengren, em comunicado.

“Embora exista claramente riscos relacionados a preocupações comerciais geopolíticas, a redução das taxas para lidar com a incerteza não é sem custo”, acrescentou ele.

Os outros dois dissidentes foram a presidente da unidade do Fed de Kansas, Esther George, que também votou pela manutenção, e o chefe do Fed de Saint Loius, James Bullard, que defendeu um corte mais agressivo, de 0,50 pp.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com