Economia dos EUA está em bom lugar, diz George, do Fed

138

Por Cristiana Euclydes

Prédio do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) em Washington. Foto: Divulgação/ Federal Reserve

São Paulo – A economia dos Estados Unidos está em um bom lugar e novos cortes de juros não são necessário no momento, mas podem ser no futuro, disse a presidente da unidade do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) de Kansas City, Esther George.

“A economia dos Estados Unidos está atualmente em um bom lugar”, disse ela ontem, em texto preparado para discurso, citando a taxa de desemprego perto dos menores níveis em 50 anos, com taxa de inflação baixa e estável, e a economia está crescendo perto do potencial.

George votou contra os dois cortes de juros feitos pelo Fed este ano, em julho e em setembro. “Com um crescimento moderado, desemprego em recorde de baixa e a probabilidade de inflação benigna, manter um cenário inalterado para a política teria sido adequado, na minha opinião”, disse.

Segundo ela, no meio da maior expansão do ciclo de negócios da história, a taxa de inflação alguns décimos percentuais abaixo da meta de 2% não é, por si só, uma justificativa convincente para o fornecimento do afrouxamento política monetária adicional.

Por outro lado, novas medidas de afrouxamento monetário podem ser necessárias “Há certamente riscos para as perspectivas, uma vez que a economia enfrenta incertezas políticas e comerciais e uma atividade global mais fraca”, disse.

“Os dados recebidos apontam para uma a política de ajustamento pode ser adequada para alcançar os mandatos do Federal Reserve para pleno emprego sustentável e preços estáveis”, concluiu.