Economia da eurozona está em situação melhor que prevista, diz Lagarde

A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde / Foto: BCE

São Paulo – A economia da zona do euro está em uma situação melhor do que a prevista há alguns meses, e o Banco Central Europeu (BCE) vai continuar fornecendo apoio para impulsionar a recuperação, disse a presidente da instituição, Christine Lagarde.

“Podemos concluir que a situação é melhor do que havíamos temido há alguns trimestres”, como pode ser observado nos números, na vacinação, nos números de falências de empresas, disse Lagarde, em coletiva de imprensa após a reunião do Eurogrupo (que reúne os ministros de Finanças da zona do euro) em Brdo, Eslovênia.

Segundo ela, as medidas adotadas para lidar com a pandemia e suas consequências econômicas contaram com coordenação muito melhor e foram adotadas de forma mais rápida do que na crise financeira e econômica global de 2008.

“Mas ainda não estamos fora da floresta e temos que continuar mostrando resiliência, persistência e cooperação continuada em respeito a independência de instituições”, disse.

A presidente do BCE reiterou a “determinação em continuar a fornecer o suporte necessário para manter condições financeiras favoráveis, de forma flexível e completamente dependente de dados para garantir que a recuperação não seja apenas uma retomada, mas seja tão persistente, sustentável e inclusiva quanto possível”.

Lagarde disse ainda que o processo do euro digital está avançando e que os países da eurozona devem cooperar e informar uns aos outros tanto quanto possível, e concordaram em realizar seminários técnicos em bases regulares para informar sobre progressos.