Dívida pública sobe e fica em R$ 3,993 tri em julho

Por Priscilla Oliveira

Brasília – A dívida pública mobiliária total subiu 0,38% em julho ante junho, para R$ 3,993 trilhões, ficando abaixo do intervalo estipulado no Plano Anual de Financiamento (PAF), entre R$ 4,1 trilhões e R$ 4,3 trilhões, segundo dados do Tesouro Nacional. 

Em julho, a dívida mobiliária interna teve alta de 0,52% na comparação com o mês anterior, para R$ 3,846 trilhões, correspondendo a 96,32% do estoque total. A dívida externa em títulos teve queda de 3,19%, para R$ 146,85 bilhões, sendo R$ 133,88 bilhões referentes à dívida mobiliária e R$ 12,97 bilhões à dívida contratual.

O prazo médio do estoque da dívida mobiliária federal ficou estável em 4,18 anos em julho, assim como o prazo médio da dívida interna que ficou estável em 4,06 anos, na mesma comparação. Na dívida externa, o prazo médio passou de 7,18 para 7,23 anos.

Em julho, a dívida registrou resgate líquido de R$ 8,38 bilhões, refletindo um total de R$ 69,49 bilhões em emissões e de R$ 77,87 bilhões em resgates, segundo a Secretaria do Tesouro Nacional.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com