Diretora do Fed defende reforma do sistema financeiro após volatilidade

A diretora do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Lael Brainard / Foto: Divulgação/ Fed

São Paulo – A diretora do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Lael Brainard, defendeu a contínua reforma do sistema financeiro depois da recente volatilidade dos mercados em meio à pandemia do novo coronavírus.

“Essa onda de saídas como parcela de ativos foi mais rápida do que em 2008 e parece que algumas características dos fundos podem ter contribuído para a gravidade da corrida”, disse ela em discurso ao Instituto de Banqueiros Internacionais .

Segundo Brainard, as fragilidades nos mercados de financiamento de curto prazo permanecem, incluindo de certos fundos mútuos que experimentaram saídas desestabilizadoras de investidores.

Ela também defendeu a necessidade de aumentar a resiliência do mercado de títulos do Tesouro, que foi abalado pelo pânico nas vendas em março passado, quando os investidores venderam Treasuries para levantar dinheiro.

“Uma série de reformas de bom senso são necessárias para abordar as vulnerabilidades estruturais não resolvidas na intermediação financeira não bancária e nos mercados de financiamento de curto prazo”, disse ela.