Difícil imaginar recuperação econômica rápida, diz Loretta Mester

295
A presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central note-americano), Loretta Mester / Foto: Fed Cleveland

São Paulo – A recuperação da economia dos Estados Unidos depois do choque causado pela pandemia do novo coronavírus dificilmente será rápida – a chamada recuperação em “V” -, disse a presidente da unidade do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) de Cleveland, Loretta Mester.

“A recuperação pode ser lenta”, disse Mester, em entrevista à “Bloomberg TV”. “Quando você tem tantas pessoas desempregadas, é difícil imaginar que veríamos uma rápida recuperação em forma de V”. Este ano, ela é membro votante do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês).

Questionada sobre o aumento das tensões entre os Estados Unidos e a China, Mester disse tratar-se de uma incerteza adicional à incerteza que já temos. “Já jogamos esse jogo antes e vimos como a incerteza diminuiu a expansão mais cedo”.

Sobre o possível controle da curva de juros pelo Fed, ela disse que não quer descartar esta opção, mas que nada foi decidido sobre isso e que é uma discussão para uma fase futura. “Eu simplesmente não vejo aqui nesta fase. Também não vejo adiante que precisaríamos necessariamente usá-la.”

O controle da curva de juros envolve a compra ou venda de títulos do Tesouro, visando aos juros em um vencimento específico. A ferramenta não é utilizada pelo Fed desde a Segunda guerra Mundial. O presidente da unidade do Fed de Nova York, John Williams, disse na quarta-feira que o Fed está “pensando muito” sobre o uso dessa ferramenta.