Desemprego na América Latina subirá para 10,6% este ano, segundo OIT

215
KONICA MINOLTA DIGITAL CAMERA

Buenos Aires, 18 de dezembro de 2020 – A taxa de desemprego na América Latina e no Caribe aumentará 2,5 pontos percentuais, em média, em 2020, passando de 8,1% em 2019 para 10,6%, segundo relatório da Organização Internacional do Trabalho (OIT), órgão pertencente à Organização das Nações Unidas (ONU).

“Isso significaria que o número de pessoas que procuram trabalho e não encontram aumenta em 5,4 milhões e chega a 30,1 milhões”, diz o relatório, que ao mesmo tempo alerta que em 2021 a taxa de desemprego na região poderia chegar a 11,2%.

Segundo a agência, o crescimento econômico moderado que os países da região terão no próximo ano, estimado em 3,5%, após o forte colapso ocorrido em 2020, se projeta como insuficiente para recuperar o que foi perdido durante a crise atual.

“Agora é fundamental alcançar o crescimento econômico com emprego. O emprego é fundamental para reduzir a pobreza e enfrentar a ampliação das desigualdades que esta pandemia está deixando como sequela”, afirmou o diretor regional da OIT, Vinicius Pinheiro, em entrevista coletiva virtual em Lima.

Enrique Pizarro / Agência CMA LatAm

Tradução: Carolina Gama