Desempenho do Pix na estreia superou expectativa, diz Campos Neto

137
Presidente do Banco Central do Brasil, Roberto Campos Neto, participa da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), no Senado Federal, em Brasília. (Foto: Raphael Ribeiro/BCB)

São Paulo – O desempenho do Pix, sistema de pagamentos instantâneo lançado ontem em larga escala pelo Banco Central (BC), teve um desempenho melhor que o esperado e as instabilidades observadas até agora estão sendo corrigidas, afirmou o presidente da instituição, Roberto Campos Neto.

“O mais importante neste período é ter certeza que a central de liquidação não tem nenhum problema”, disse ele durante um evento promovido pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban). “Nenhuma rejeição foi por instabilidade na central de liquidação, foi problema de match, de comparação de dados, os bancos estão trabalhando nisso”, afirmou.

“É importante distinguir isso da instabilidade no sistema. A gente teve algumas transações rejeitadas, e isso está sendo consertado. O número em termo de índice de rejeição ontem foi baixo, de 7%. TED está em torno de 5%”, afirmou.