Demanda por voos domésticos cai 38,5% em fevereiro, diz Anac

Foto: Pexels

São Paulo – A demanda por voos domésticos, medida em passageiros quilômetros transportados (RPK, na sigla em inglês), registrou queda de 38,5% em fevereiro, em relação ao mesmo mês do ano anterior, enquanto a oferta, calculada em assentos por quilômetros ofertados (ASK) teve retração de 34,7% na mesma comparação, segundo dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Com isso, a taxa de ocupação dos aviões ficou em 77,1%, uma redução de 5,8% em relação a fevereiro de 2020. Ao todo, foram transportados 4,32 milhões de passageiros, queda de 43,4%.

Em participação de mercado, a Gol foi a líder em fevereiro, com 34,7%, seguida por Azul, com 34,5% e Latam, com 30,3%.

A demanda por voos no mercado internacional recuou 89,3% em fevereiro, em relação a 2019. A oferta, por sua vez, registrou diminuição de 75,6% na mesma comparação. Assim, o aproveitamento dos aviões ficou em 35,2%, redução de 56,2%. No total, foram transportados 188,5 mil passageiros, recuo de 90,4%.

CARGAS

O transporte aéreo doméstico de cargas e correio no país teve diminuição de 16,0% no mês passado, na comparação ano a ano, com 28.464 toneladas transportadas. No mercado internacional, houve queda de 1,5%, na comparação anual, com 66.209 toneladas transportadas.