Demanda por aço deve cair 2,4% em 2020, aponta WSA

99

São Paulo – A demanda mundial por aço deve cair 2,4% neste ano, para 1,725 milhão de toneladas devido aos efeitos da pandemia de coronavírus, segundo a Associação Mundial do Aço (WSA, na sigla em inglês).

Segundo a WSA, uma forte recuperação da China mitigará a redução na demanda global de aço neste ano. A recuperação após o bloqueio na demanda no resto do mundo foi mais forte do que o esperado, marcando ainda uma contração profunda em 2020, tanto nas economias desenvolvidas quanto nas emergentes, com apenas uma recuperação parcial esperada em 2021.

Para 2021, a expectativa é de recuperação com uma alta de 4,1% em relação a este ano, para 1,795 milhão de toneladas.

“A previsão supõe que, apesar do atual ressurgimento de infecções em muitas partes do mundo, os bloqueios não se repetirão. Em vez disso, medidas seletivas e direcionadas serão capazes de conter esta segunda onda”, afirma a entidade.