Dado revisado mostra atividade industrial ainda fraca na eurozona

170

São Paulo – O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade do setor industrial da zona do euro subiu para 39,4 pontos em maio, após atingir 33,4 pontos em abril, de acordo com dados revisados divulgados pelo instituto de pesquisas IHS Markit.

A versão preliminar havia mostrado alta para 39,5 pontos. Leituras acima de 50 pontos sugerem expansão da atividade, enquanto valores menores apontam contração.

Apesar do avanço, o índice ainda indica uma considerável taxa de contração em condições operacionais. A produção e os novos pedidos caíram menos em maio, mas as reduções permanecem severas, com quedas fortes também nas exportações.

Segundo a pesquisa, apesar de mais frouxas em comparação com abril, as restrições governamentais destinadas a limitar a disseminação do novo coronavírus continuaram a prejudicar gravemente o setor.

“Enquanto ainda estamos prontos para ver quedas sem precedentes na produção industrial e Produto Interno Bruto (PIB) no segundo trimestre, a pesquisa traz esperança de que o setor produtor de bens possa ao menos ver alguma estabilização – e até potencialmente um retorno ao crescimento – no terceiro trimestre”, disse o economista do IHS Markit, Chris Williamson.