CVM abre processo para analisar notícias sobre possível saída de Prates da Petrobras

152
residente da Petrobras, Jean Paul Prates, na abertura do fórum “Transição Justa e Segurança Energética”, em São Luís, Maranhão. 15/03/2024. Por: Agência Petrobras.

São Paulo, SP – A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) abriu processo administrativo para analisar informações sobre a Petrobras, após especulações sobre possível troca do comando da estatal e a distribuição de dividendos.

As ações da companhia sofreram forte oscilações ontem após a CNN publicar que Aloizio
Mercadante, atual presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), é cotado para ocupar a presidência da estatal em substituição a Jean Paul Prates. Os papéis preferenciais (PETR4) encerraram o dia de ontem com perda de 1,41%, a R$ 37,88, enquanto os ordinários (PETR3) recuaram 0,46%, a R$ 39,12. Mais cedo, as ações chegaram a subir mais de 2%.

Hoje, às 15h25, os papéis preferenciais (PETR4) subiam 0,21%, a R$ 37,96, enquanto os ordinários (PETR3) recuaram 0,25%, a R$ 39,03.

Segundo a apuração, Mercadante tem sido um dos nomes aventados para o cargo desde a transição e está na lista do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O presidente da estatal teria pedido uma conversa definitiva com o presidente Lula. O executivo estaria incomodado com uma sequência de desentendimentos com o ministro de Minas e Energia (MME), Alexandre Silveira, e estaria considerando deixar o cargo.

Os ministros da Fazenda, Fernando Haddad, da Casa Civil, Rui Costa, além de Silveira, decidiram, durante reunião no Palácio do Planalto, que vão defender o pagamento de 100% dos dividendos da Petrobras aos acionistas. O presidente da Petrobras já foi comunicado da posição dos ministros. Haddad, Rui e Silveira devem agora consultar o presidente Lula para bater o martelo sobre o tema. As informações são da CNN.

O valor referente aos dividendos extraordinários é de R$ 44 bilhões (R$ 3,3/ação), implicando em um rendimento potencial de 8% em relação aos preços atuais caso os recursos sejam distribuídos em sua totalidade.

A Genial Investimentos disse que a distribuição dos dividendos é positiva, mas pode ser mal interpretado caso os recursos não sejam totalmente distribuídos devido à forte geração de caixa da empresa e a possibilidade do uso desses recursos em projetos pouco interessantes.

Sobre a possível saída de Prates, a corretora afirmou que negativo, já que a gestão do atual presidente da estatal é muito razoável. Já Mercadante faz parte da ala desenvolvimentista do partido e possivelmente pode entrar na empresa com o objetivo de acelerar investimentos, boa parte das vezes em atividades pouco interessantes.