Curva de juros no país volta a se inverter pela segunda vez desde 2007

Por Cristiana Euclydes

São Paulo – A curva de juros projetados pelos títulos de dívida dos Estados Unidos voltou a se inverter, ou seja, os juros dos títulos de curto prazo superam os de prazo mais longo, sinalizando que uma crise econômica no país pode estar por vir.

Por volta de 09h25 (de Brasília), os juros projetados pelos títulos de dez anos estavam em 2,233%, enquanto os juros das notas de três meses estavam em 2,36%. Ontem, os juros dos títulos de dez fecharam em 2,268%, em seu menor nível desde setembro de 2017. 

No passado, esse movimento de inversão da curva de juros precedeu recessões. Os investidores passaram a acompanhar essa trajetória em uma tentativa de antecipar as perspectivas para a economia norte-americana.

A curva de juros se inverteu pela segunda vez este ano, após o alerta disparado em março, pela primeira vez desde 2007, na época da crise financeira global. A inversão atual é mais profunda do que a anterior. 

Os investidores estão preocupados com as tensões comerciais entre Estados Unidos e China, com os sinais de cautela do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) e com alguns dados econômicos mais fracos sobre a economia norte-americana.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com