CSN venderá fatia de unidade de mineração em oferta de ações

São Paulo – A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) vai vender uma fatia de quase 10% da sua unidade de minério de ferro, a CSN mineração, a investidores. Serão ofertados 534 milhões de ações – 161 milhões em papéis novos e 373 milhões já detidos pela siderúrgica -, o que pode render cerca de R$ 5,3 bilhões, considerando o preço indicativo médio da operação, de R$ 9,93 por papel. Paralelamente a isso, também serão ofertados papéis detidos pelos acionistas Japão Brasil (36 milhões) e Posco (7,5 milhões).

Com isso, sem considerar a opção de venda de lotes suplementares e adicionais, a fatia da CSN na companhia diminuirá de 87,5% para 79,1%. A da Japão Brasil cairá de 10% para 9% e a da Posco recuará de 2,0% para 1,8%. As fatia da CSN Mineração com ações em circulação no mercado sairá de zero para 9,55% – mas pode chegar a 12,9% se todos os lotes extras forem vendidos.

O prazo para a distribuição das ações terá início na data de divulgação do anúncio de início da operação, estimado para 12 de fevereiro, e ela será encerrada até 12 de agosto deste ano.