Crescimento do setor imobiliário e poder de barganha favorece MRV, diz BBI

105
Foto divulgação: MRV

São Paulo – Em relatório, o Bradesco BBI apontou recomendação “outperform” (equivalente à compra), com preço-alvo de R$ 28,00 para as ações da MRV devido à perspectiva otimista de ganhos do setor de incorporação, que deve seguir impulsionado por taxas de juros baixas e pelo apetite dos bancos por financiamentos imobiliários.

A casa projeta um crescimento anual de 24% dos lucros por ação para as empresas do setor avaliadas pelo banco.

Em relação ao segmento de baixa renda, apesar de preocupações com custos de construção elevados e limitações do financiamento pelo Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), os especialistas apontaram como vantagens da MRV o seu maior poder de barganha em relação a concorrentes de menor porte e menor dependência do programa governamental Casa Verde Amarela, permitindo que o crescimento nos lançamentos mais do que compense o impacto no lucro por ação.

“Em nossa opinião, as preocupações com custos e financiamento tendem a atingir os participantes menores com mais força do que os participantes listados que cobrimos, e não esperamos nenhuma interrupção nos lançamentos ou volumes de vendas em nossa cobertura, mesmo que o programa Casa Verde Amarela encolha. Além disso, vemos alternativas fora do programa para Direcional e MRV, onde não se aplicam tetos de preço e há espaço para repasse de custos mais elevados”, disseram os analistas Bruno Mendonça e Pedro Lobato.