Corte de juros pelo Fed me faz muito feliz, diz Trump

189
EUA Estados Unidos Donald Trump
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Foto: Divulgação/ Casa Branca

São Paulo – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, elogiou o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) após a instituição anunciar um corte de 1,0 ponto percentual (pp) na taxa básica de juros do país, para a faixa entre zero e 0,25%, além de um programa de compra de ativos de US$ 700 bilhões.

“Quero parabenizar o Federal Reserve”, disse Trump, em discurso ontem na Casa Branca. “Isso é realmente uma boa notícia, e realmente ótimo para o nosso país. É algo que estamos muito felizes. Tenho que dizer isso, estou muito feliz”, afirmou.

“E eles fizeram isso em um passo, não fizeram em quatro etapas durante um longo período de tempo, fizeram em um passo e acho que as pessoas do mercado devem estar muito animadas o que nos torna um dos países mais fortes do mundo financeiramente e em todas as outras formas”, disse.

“E isso nos alinha com o onde os outros países estão. Eles na verdade têm taxas negativas, mas agora nós podemos potencialmente ir a zero, então isso é um grande passo e estou muito feliz que eles fizeram isso.”

O Fed anunciou ontem as medidas de afrouxamento monetário em uma resposta mais agressiva aos efeitos do novo coronavírus sobre a economia dos Estados Unidos. Esta foi a segunda reunião de emergência do Fed neste mês. A instituição já havia anunciado um corte de juros de 0,5 pp em 3 de março.

A última vez que o Fed cortou taxas tão baixas foi durante a crise financeira global, há mais de uma década. Mesmo antes do surto de coronavírus, Trump defendia o corte de juros para estimular a economia do país e aumentar sua competitividade, e criticava com frequência as decisões do Fed.