Corregedor da Câmara entrega parecer por continuidade de acusação contra Flordelis

138
O plenário da Câmara dos Deputados. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Brasília – O corregedor da Câmara dos Deputados, deputado Paulo Bergtson (PTB-PA), apresentou há pouco ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), parecer sobre o pedido de representação contra a deputada Flordelis (PSD-RJ). O parecer entregue por Bengston sugere a continuidade do processo pela continuidade da acusação à deputada, que é acusada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro de ser a mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, em junho de 2019, em Niterói (RJ).

Em sua defesa, a deputada afirma que existe erro na conclusão das investigações e alega que não pode ser julgada e condenada antes que todo o processo seja concluído. O relatório aponta que a deputada não conseguiu trazer para corregedoria as provas das negativas do que Flordelis afirmou durante sua oitiva à corregedoria.

“O que nós tivemos ali no depoimento que ela nos fez na semana retrasada não trouxe as provas daquilo que falou. Então para mim fica muito difícil não dar continuidade de um processo já que há ausência de provas contrárias à acusação que ela tem”, disse.

Com o parecer, agora cabe à Mesa Diretora enviar o caso ao Conselho de Ética a fim de abertura de processo e a possibilidade de cassação de mandato da deputada.