Consumo de energia cai 2% em fevereiro, a 65.302 MW médios

383

São Paulo – O consumo de energia no Sistema Interligado Nacional (SIN) caiu 2% em fevereiro, atingindo 65.302 megawatts (MW) médios, aponta levantamento da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

No mês passado, o Ambiente de Contratação Regulada (ACR ou mercado cativo) apresentou retração de 3,8%, principalmente em decorrência da migração de consumidores para o Ambiente de Contratação Livre (ACL ou mercado livre).

Excluído o impacto das migrações, o ACR registraria diminuição de 1,8%.

Já o ACL teve um crescimento de 2,3% no consumo. Eliminado o impacto da entrada de novos clientes, por outro lado, haveria uma queda de 2,6%.

Desconsiderando a migração, os segmentos que registraram as maiores quedas, entre autoprodutores, varejistas, e consumidores livres e especiais, foram: veículos (- 10,0%), madeira, papel e celulose (- 7,2%), e extração de minerais metálicos (- 6,2%). Em contrapartida, os mercados de saneamento (22,1%), comércio (13,82%) e transporte (9,44%) tiveram as maiores altas.

GERAÇÃO

De acordo com a CCEE, a geração de energia elétrica no SIN também apresentou diminuição no mês de fevereiro, na comparação com o mesmo período de 2019, chegando a 69.259 MW médios. No mesmo período, a produção registrou queda de 1,3% em relação aos 70.156 MW médios do ano passado.