Conselho de Segurança barra proposta dos EUA sobre embargo de armas ao Irã

227
Reunião do Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU), em Nova York / Foto: Conselho de Segurança da ONU

São Paulo – O Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU) rejeitou a proposta dos Estados Unidos que previa a extensão do embargo às armas ao Irã, que está previsto para vencer em outubro deste ano.

“O resultado da votação é o seguinte: dois votos a favor, dois votos contra, 11 abstenções. A resolução não foi adotada por não ter obtido o número necessário de votos”, disse o presidente do Conselho de Segurança para o mês de julho, Dian Triansyah Djani.

O embargo às armas faz parte do acordo nuclear fechado pelo Irã com outras potências mundiais em 2015. O pacto limita a atividade nuclear do Irã em troca da suspensão de sanções econômicas e também estabelece um embargo à venda de armas a Teerã. O prazo para a proibição é de cinco anos e termina em outubro deste ano.

O governo norte-americano já havia mencionado nesta semana que tem outras opções caso a proposta de manutenção do embargo não fosse aprovada pelo Conselho de Segurança. Washington, no entanto, não detalhou que opções seriam essas.

Os Estados Unidos se retiraram unilateralmente do acordo nuclear do Irã em maio de 2018 e voltaram a impor sanções contra Teerã desde então.