Congresso dos EUA deveria ter sido consultado sobre ataque, diz Pelosi

247
Congresso dos Estados Unidos, em Washington. Foto: Divulgação/ Casa Branca

São Paulo – A presidente da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos, a democrata Nancy Pelosi, disse que o Congresso deveria ter sido consultado pelo presidente do país, Donald Trump, sobre o ataque aéreo que matou um líder militar iraniano no Iraque nesta madrugada.

Em comunicado, Pelosi disse que o governo conduziu os ataques no Iraque “visando a oficiais militares iranianos de alto nível e matando o comandante iraniano Qasem Soleimani da Força Quds sem uma Autorização de Uso da Força Militar (AUMF) contra o Irã. Além disso, essa ação foi tomada sem a consulta do Congresso”.

Segundo presidente da Câmara, “o Congresso completo deve ser informado imediatamente sobre essa situação séria e sobre os próximos passos sob consideração pelo governo, incluindo a escalada significativa do envio de tropas adicionais para a região”.

Pelosi disse ainda que “ações provocativas e desproporcionais” colocam em risco a vida de membros de serviço, diplomatas e outros norte-americanos, e que o ataques aéreos “provocam mais escalada perigosa de violência. Os Estados Unidos – e o mundo – não podem se dar ao luxo de aumentar as tensões até o ponto sem retorno”.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, autorizou nesta madrugada um ataque aéreo no Iraque, matando um dos líderes da Guarda Revolucionária Islâmica do Irã, Qassem Soleimani, e outros militares que o acompanhavam nas proximidades do Aeroporto Internacional de Bagdá. Segundo o governo norte-americano, Soleimani planejava atacar diplomatas dos Estados Unidos.