Confiança da indústria pode ser a maior desde 2013, indica FGV

140
Cultivo de eucalipto em indústria de celulose em Mucuri Foto: Amanda Oliveira/GOVBA

São Paulo, 21 de setembro de 2020 – A prévia do Índice de Confiança da Indústria (ICI) sinaliza alta pelo quinto mês seguido, dando continuidade ao processo de recuperação, após o tombo histórico em abril, sob impacto da pandemia de coronavírus. Segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV), a confiança do empresariado industrial deve subir 7,2 pontos em setembro em relação ao dado final de agosto, para 105,9 pontos. Caso o resultado se confirme, o indicador atingirá o maior nível desde janeiro de 2013.

Segundo a FGV, o avanço da confiança em neste mês é resultado da melhora da avaliação dos empresários tanto em relação ao presente quanto em relação ao futuro. Em base mensal, o Indice da Situação Atual (ISA) indica alta de 8,9 pontos, para 106,7 pontos, enquanto o Indice de Expectativas (IE) deve avançar 5,5 pontos, a 105,1 pontos. Já o Nível de Utilização da Capacidade Instalada da Indústria (Nuci) sinaliza aumento de 2,7 pontos percentuais (pp), a 78,0%, ao maior valor desde março de 2015.

Para a prévia deste mês foram consultadas 783 empresas entre os dias 1 e 18. O resultado final da pesquisa será divulgado na segunda-feira da semana que vem (dia 28).