Confiança da construção sobe em outubro, diz FGV

41

Por: Olívia Bulla

São Paulo – O Indice de Confiança da Construção (ICST) subiu 0,4 ponto em outubro em relação a setembro, a 87,5 pontos, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV). O resultado foi influenciado exclusivamente pela melhora do cenário corrente.

A abertura do dado mensal mostra que o Indice da Situação Atual (ISA-CST) avançou 1,3 ponto, a 78,9 pontos, seguindo no maior nível desde fevereiro de 2015, enquanto o Indice de Expectativas (IE-CST) recuou 0,5 ponto, a 96,5 pontos. Por sua vez, o Nível de Utilização da Capacidade (Nuci) da construção subiu 0,7 ponto percentual (pp), a 70,1% entre setembro e outubro.

Entre os componentes do ICST, a melhora do ISA foi influenciada pelo indicador que mede a percepção sobre a situação atual da carteira de contratos. Já o IE foi influenciado pelo indicador sobre a demanda nos três meses à frente e sobre a tendência dos negócios nos próximos seis meses.

Para a coordenadora de projetos da construção da FGV/Ibre, Ana Maria Castelo, o cenário do setor aponta sinais invertidos para a percepção relativa aos negócios no momento atual e nos próximos meses, mostrando que há uma recuperação em curso, mas ainda não há segurança no empresário em relação à continuidade do processo. “Ou seja, o cenário de baixo crescimento do investimento responde por parte importante dessa insegurança em relação à retomada”, avalia.

A edição de outubro da sondagem coletou informações de 702 empresas entre os dias 1 e 23 deste mês. A próxima divulgação ocorrerá em 26 de novembro.