Confiança da construção atinge maior nível desde dezembro de 2014

Foto: Freeimages / Xiskya Valladares

Por: Olívia Bulla

São Paulo – O Indice de Confiança da Construção (ICST) subiu pelo terceiro mês consecutivo em agosto, em 2,2 pontos em relação a julho, a 87,6 pontos, atingindo o maior nível desde dezembro de 2014, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV). O avanço foi influenciado pela melhora tanto da situação corrente quanto das perspectivas de curto prazo.

A abertura do dado mensal mostra que, na passagem de julho para agosto, o Índice da Situação Atual (ISA-CST) teve alta de 2,5 pontos, a 77,6 pontos, no maior nível desde fevereiro de 2015. Já o Indice de Expectativas (IE-CST) subiu 1,9 ponto, a 97,9 pontos, no maior valor desde janeiro de 2014. Por sua vez, o Nível de Utilização da Capacidade (Nuci) da construção avançou 0,7 ponto percentual (pp), a 69,6% entre julho e agosto, na quinta alta consecutiva.

Entre os componentes do ICST, o resultado positivo do ISA neste mês foi dado pelo indicador que mede a percepção sobre a situação atual da carteira de contratos e dos negócios, enquanto o IE foi influenciado pelo aumento da demanda prevista nos próximos três meses e em relação à tendência dos negócios nos próximos seis meses.

Para a coordenadora de projetos da construção da FGV/Ibre, Ana Maria Castelo, a sondagem de agosto mostra que o ambiente de negócios no setor está mais favorável. “Essa melhora por três meses consecutivos mostra uma maior consistência do movimento de retomada. No entanto, vale notar que o ritmo de melhora se mostra muito lento, insuficiente para alavancar a economia”, observa.

A edição de agosto da sondagem coletou informações de 737 empresas entre os dias 1 e 22 deste mês. A próxima divulgação ocorrerá em 25 de setembro.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com