Compras com cartões crescem 8,2% em 2020, para R$ 2 trilhões, diz Abecs

147
cartão de crédito, american express

São Paulo – As compras com cartões de crédito, débito e pré-pagos movimentaram R$ 2 trilhões em 2020, o que representa um crescimento de 8,2% em comparação com 2019, segundo a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito (Abecs), que atribuiu o resultado aos impactos econômicos da pandemia do novo coronavírus no Brasil e à forte recuperação no segundo semestre.

No quarto trimestre, as transações com cartões cresceram 15,3%, movimentando R$ 609,6 bilhões. Os pagamentos digitais elevaram para 46,4% sua participação no consumo das famílias brasileiras, ante 43% no quarto trimestre de 2019. Da mesma forma, cresceu de 28% em 2019 para 30,9% em 2020 a representatividade do setor em relação ao PIB (Produto Interno Bruto), disse a entidade.

Entre as modalidades de pagamento, o uso do cartão de débito teve desempenho acima da média em 2020, chegando a R$ 762,4 bilhões, com crescimento de 14,8%. O cartão de crédito, por sua vez, registrou R$ 1,18 trilhão em transações, com alta de 2,6%. Já o cartão pré-pago movimentou R$ 45,3 bilhões e cresceu 107,4% no ano passado.

Em quantidade de transações, foram ao todo 23,3 bilhões de pagamentos com cartões ao longo do ano, 3,6% a mais do que no ano anterior. Os gastos de brasileiros no exterior tiveram forte redução de 60% e registraram o menor resultado em 16 anos, de US$ 3,46 bilhões (R$ 16,8 bilhões). Já as compras realizadas por estrangeiros no Brasil caíram 48,3%, somando US$ 2,16 bilhões (R$ 10,6 bilhões).

PROJEÇÕES

A entidade manteve a projeção de crescimento do setor para 2021, entre 18% a 20%, para R$ 2,38 trilhões, sendo entre 19% e 21% em crédito, 13% a 15% em débito e de 90% a 110% em pré-pago, devido à expectativa de vacinação da população, recuperação gradual da economia, renovação do auxílio emergencial, recuperação das transações de crédito, entre outros fatores.