Comitê entrega relatório final com ações depois de Brumadinho

256

São Paulo – O relatório final do Comitê Independente de Assessoramento Extraordinário de Apoio e Reparação, formado para propor ações para a Vale, após a tragédia de Brumadinho (MG), concluiu que a mineradora encerrou 87% das recomendações, enquanto 13% não tiveram compromisso de acatar e colocar em prática.

As recomendações que não resultaram em compromisso se dão no âmbito de indenizações, transparência, engajamento com as comunidades locais, cuidados humanitários e relacionamentos institucionais.

O comitê, presidido pelo ex-presidente da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Leonardo Pereira, fez 84 recomendações ao conselho e 11 sugestões à diretoria, sendo que 7% foram concluídas até o momento.

O relatório aponta que 47% das recomendações estão em curso pela Vale enquanto 33% resultaram em compromisso de cumprimento, mas até agora não houve ação em relação a elas. Segundo o comitê, a análise do número de providências não representa uma avalição da qualidade e mérito das ações em curso.

Em relatório, o grupo ressaltou que houve evolução por parte da Vale na execução das ações de apoio e reparação, especialmente nas ações emergenciais e de não repetição, além das ações emergenciais, obras e indenizações.