Comércio entre países do Brics aumentará apesar de crise, diz chanceler russo

188

São Paulo – A tendência de aumento no comércio entre os países do Brics (grupo composto por Brasil, Rússia, India, China e África do Sul) continuará apesar da crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus, declarou o chanceler russo, Sergey Lavrov. As informações são da agência de notícias “Sputnik”.

“É claro que essa tendência vai continuar este ano e no futuro, não importa quais ajustes a crise global do novo coronavírus possa fazer”, disse Lavrov na reunião por teleconferência do Conselho de Ministros das Relações Exteriores do BRICS.

O progressivo desenvolvimento da parceria estratégica e o aumento das exportações entre os países do grupo confirmam esta tendência, disse o ministro.

De acordo com Lavrov, o papel dos Estados membros do BRICS no comércio e na economia mundial está aumentando constantemente.

Em particular, o Produto Interno Bruto (PIB) dos cinco países em 2020 representa 25% do PIB global, enquanto sua participação no comércio internacional é de quase 20%, acrescentou.