Cogna aponta aceleração do ensino a distância devido à pandemia

198

São Paulo – A pandemia de coronavírus levou a uma aceleração da tendência de crescimento do ensino à distância (EAD) e o portfólio dos cursos de graduação presenciais da Cogna deve passar a ser focado em cursos considerados mais nobres.

“O nosso portfólio amplo de EAD permitiu que acompanhássemos a tendência do mercado e o EAD tingiu 86,5% dos alunos captados. Houve uma migração bastante grande, o que aconteceria em cinco, seis anos, aconteceu em um tempo muito menor em função da pandemia”, disse o diretor presidente da Kroton, Roberto Valério Neto, durante o Cogna Day.

Segundo o executivo, embora o ticket médio dos cursos de EAD seja mais baixo e leve a uma redução da receita da empresa, isso não significa menor rentabilidade e margens, pelo contrário, já que os custos variáveis também são menores.

Além disso, afirma que apesar do número de matrículas de curso,presenciais estar caindo, os cursos estão ficando mais nobres, com as graduações nas áreas de saúde e engenharia ganhando participação maior, o que traz espaço para aumento no ticket médio.

A empresa ainda vê a oportunidade de criar mais cursos tanto à distância quanto presenciais, melhorando o mix.