China segue em discussão com EUA sobre conversas em setembro

Porta-voz do Ministério de Comércio da China, Gao Feng. Foto: Divulgação/ Ministério do Comércio da China

Por Cristiana Euclydes

São Paulo – A China e os Estados Unidos seguem conversando e ainda podem realizar as negociações comerciais agendadas para setembro, se houverem condições apropriadas, disse o porta-voz do Ministério do Comércio chinês, Gao Feng, em coletiva regular de imprensa.

“Em relação às consultas nos Estados Unidos em setembro, os dois lados estão discutindo esse assunto”, segundo Gao. “O mais importante atualmente é criar as condições necessárias para os dois lados continuarem as consultas”, afirmou o porta-voz.

A próxima rodada de negociações comerciais estava marcada para setembro, em Washington, depois das conversas realizadas no final de julho em Xangai. O anúncio de sobretaxas por parte dos dois países, porém, colocou a realização da reunião em dúvida.

“A China já indicou sua atitude, opomos-nos resolutamente à escalada da guerra comercial e estamos dispostos a resolver o problema por meio de consulta e cooperação em uma atitude calma. A escalada da guerra comercial não é propícia à China, nem aos Estados Unidos, nem aos interesses das pessoas do mundo”, disse o porta-voz, na coletiva.

Ele afirmou ainda que os dois lados tem mantido “comunicação efetiva”. O porta-voz, porém, não confirmou a afirmação do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de que oficiais chineses telefonaram para autoridades norte-americanas no domingo à noite solicitando o retorno das conversas.

“Na situação atual, acreditamos que a questão a ser discutida é retirar as tarifas adicionais de US$ 550 bilhões em produtos chineses e impedir que a guerra comercial continue a crescer”, afirmou. Na sexta-feira passada, Trump disse que iria aumentar a taxa de 25% para 30% a US$ 250 bilhões em bens chineses, de 10% para 15% a US$ 300 bilhões em produtos, em resposta à retaliação chinesa.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com