China reporta 143 casos diários de covid-19, maior nível desde janeiro

Jardins do Templo de Shaolin, na província de Henan / Foto: pg2china / freeimages.com

São Paulo – A China reportou 143 casos de covid-19 em um dia, no maior avanço diário de infecções desde janeiro, incluindo 108 infecções de transmissão local, de acordo com dados divulgados pela Comissão Nacional de Saúde do país.

As autoridades de saúde chinesas distinguem entre infecções importadas e transmitidas localmente e incluem apenas os casos sintomáticos na contagem oficial. As infecções assintomáticas somaram 38 em um dia, sendo 20 de transmissão local.

A maioria dos novos casos sintomáticos foi reportada na província de Jiangsu, com 50 contaminações, de acordo com dados da Comissão Nacional de Saúde do país. A capital da província, Nanjing, é considerada o epicentro do surto atual, quando casos da variante Delta foram detectados em julho no aeroporto da cidade.

Em segundo lugar, 37 novas infecções foram reportadas na província de Henan. Na sexta-feira, a cidade de Zhengzhou entrou em confinamento, e autoridades de saúde pública disseram que o novo surto foi desencadeado por um paciente infectado com a variante Delta, mais contagiosa.

Para conter as crises, as autoridades locais nas áreas afetadas restabeleceram medidas pandêmicas mais rígidas e pediram aos residentes que evitem viagens desnecessárias, além de intensificarem a realização de testes em massa.

Na semana passada, autoridades de saúde de Pequim anunciaram que a cidade cancelou todos os grandes eventos durante o restante de agosto. A capital também suspendeu no domingo a entrada de aviões e trens de lugares com casos de covid-19.