China e EUA conversarão em breve sobre acordo comercial, diz governo

168
Gao Feng China
Porta-voz do Ministério de Comércio da China, Gao Feng. Foto: Divulgação/ Ministério de Comércio da China

São Paulo – Os representantes comerciais da China e dos Estados Unidos conversarão em breve sobre os progressos da fase um do acordo comercial assinado em janeiro, disse o governo chinês, depois que negociações agendadas na semana passada foram canceladas.

“Ambas as partes concordaram em conversar em um futuro próximo”, de acordo com o porta-voz do Ministério de Comércio da China, Gao Feng, em coletiva regular de imprensa, ao ser questionado sobre uma nova data para a reunião. O porta-voz não deu mais detalhes.

As principais autoridades comerciais norte-americanas e chinesas fariam uma videoconferência no sábado passado para revisar os primeiros seis meses do acordo comercial de fase um, mas as conversas foram canceladas, e uma nova data não foi anunciada.

Ontem, o chefe de gabinete da Casa Branca, Mark Meadows, disse que “não há negociações programadas neste momento”, e que os negociadores norte-americanos continuam a ter discussões com seus colegas chineses envolvendo compras e cumprimento de seu acordo.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse na terça-feira que as conversas foram adiadas devido ao comportamento de Pequim ante a pandemia do novo coronavírus. “Adiei as negociações com a China”, afirmou ele. “Não quero falar com os chineses agora. O que a China fez a este país e ao mundo é impensável. Cancelei as negociações com a China”.

Meadows afirmou que os comentários de Trump não significavam que o presidente estava planejando desfazer o acordo de primeira fase. “Não acho que ele disse que estava desistindo do acordo comercial”, disse Meadows. “Ele afirmou que estava revisando.”