CDC volta a recomendar uso de máscaras para vacinados nos EUA por variante Delta

Foto: CDC

São Paulo – O Centro de Prevenção e Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC, na sigla em inglês) voltou a recomendar o uso de máscaras para pessoas totalmente vacinadas contra a covid-19 em um momento no qual o país vê um novo aumento de casos e hospitalizações pela disseminação da variante Delta.

“A variante delta se tornou dominante nos Estados Unidos. Nos últimos dias tive acesso a dados que mostraram que a variante é diferente das outras que causam a covid-19. Em alguns casos, pessoas vacinadas podem contrair e transmitir a variante Delta para outros”, disse a diretora do CDC, Rochelle Walensky, em coletiva de imprensa.

Diante dessa nova evidência, o CDC revisou suas recomendações sobre o uso de máscaras, indicando que os norte-americanos que completaram o ciclo de imunização devem usar máscaras em áreas de risco elevado como locais público e fechados, incluindo escolas.

“As crianças podem voltar para as escolas, mas devem estar usando máscaras assim como professores e outros funcionários, além de visitantes”, disse Walensky.

A primeira vez que o CDC relaxou sua orientação para os vacinados nos Estados Unidos foi em abril, quando aboliu o uso de máscaras ao ar livre para pessoas sozinhas ou pequenos grupos.

Em maio, o CDC deu o maior passo em relação às liberações até então na pandemia e suspendeu a recomendação do uso de máscara e da distância física durante atividades externas ou internas independentemente da quantidade de pessoas para quem completou o ciclo de vacinação contra a covid-19.

“Primeiro, recomendamos fortemente que as pessoas se vacinem, que é a melhor maneira de evitar casos graves e hospitalizações mesmo as provocadas pela variante Delta”, afirmou Walensky. “O número de casos de covid-19 entre pessoas totalmente vacinadas segue baixo”, acrescentou.

Segundo dados do CDC, os casos diários de covid-19 nos Estados Unidos dispararam para mais de 55 mil na média de sete dias, enquanto os totalmente vacinados não chegam a 50% da população.

Walensky voltou a afirmar que as diretrizes seguem a ciência e visam a proteção de todos os norte-americanos. Segundo ela, o órgão vai oferecer um conselho técnico para o governo de Joe Biden, que decidirá sobre o uso de máscaras no país.

Mais cedo, a porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, disse que o governo seguiria as novas orientações do CDC se elas fossem divulgadas.