CCR buscará novas concessões de rodovias e aeroportos

São Paulo – A agenda de rodovias é prioritária para a CCR, que buscará as concessões nos leilões da Nova Dutra e do bloco ofertado pelo Governo do Paraná, que prevê R$ 40 bilhões em investimentos, além de ativos em Belo Horizonte e os aeroportos de Santos Dumont (RJ) e Congonhas (SP), disse Marco Cauduro, presidente da companhia, em mesa-redonda com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a Eletrobras, em evento realizado pelo BTG Pactual.

“Transportamos 140 milhões de passageiros por ano em nossas concessões de aeroportos, temos anseio de ter uma posição dominante e queremos ter uma presença em São Paulo, seja pela consolidação de Viracopos ou outras concessões, são importantes para o grupo”, acrescentou o executivo.

Em relação ao reequilíbrio dos contratos de concessões com o governo do estado de São Paulo, o executivo considera que a qualidade do diálogo evoluiu consideravelmente na gestão atual.

“Em São Paulo, onde há um ambiente de negócios confiável, há uma disputa, uma negociação, que passou a ser uma prioridade do governo e avançou muito. É uma negociação de 15 anos, de bilhões de reais, e há um desequilíbrio. O Estado e a concessionária querem limpar a mesa para expandir a malha, estamos muito próximos de resolver e isso reduz o risco para o investidor”, concluiu.