Casos fora da China somam mais de 3,4 mil em 44 países, diz OMS

154
Bandeira com o símbolo da Organização Mundial da Saúde (OMS). (Foto: Missão dos EUA/Eric Bridiers)

São Paulo – A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou que fora da China já são 3.474 casos de coronavírus em 44 países e 54 mortes. Entre as nações com casos da doença, Brasil, Grécia, Macedônia do Norte, Noruega, Paquistão e Romênia relataram pela primeira vez casos em seus territórios.

“Minha mensagem a essas nações é: está é sua oportunidade. Se vocês agirem agressivamente, serão capazes de conter o vírus”, disse o diretor geral do órgão, Tedros Adhanom. “As epidemias na República Islâmica do Irã, Itália e Coreia do Sul demonstram do que esse vírus é capaz”.

Segundo Adhanom, os países que ainda não tiveram casos relatados, precisam se preparar para o surgimento da doença em seu território e “precisam se preparar para uma transmissão contínua dela dentro da comunidade”.

“Nenhum país deve assumir que não terá casos. Isso pode ser um erro fatal, literalmente. Este vírus não respeita fronteiras. Não faz distinção entre raças ou etnias. Não considera o Produto Interno Bruto (PIB) ou o nível de desenvolvimento de um país. A questão não é apenas impedir que casos cheguem às suas costas marítimas. O ponto é o que você faz quando tem casos em qualquer parte”, disse ele.

“Nossa mensagem continua sendo a de que esse vírus tem potencial de pandemia e a OMS está fornecendo as ferramentas para ajudar todos os países a se prepararem adequadamente”, concluiu Adhanom.

Segundo o diretor geral da OMS, foram enviados kits de teste para 57 países e equipamentos de proteção individual para 85 países que precisam, além do oferecimento de treinamento para mais de 80 mil profissionais de saúde através de cursos on-line.